Caçador- Santa Catarina - Portal CDR - contato@portalcdr.com.br

Encontre no site:

ESFORÇO

Através da Assistência Social, pai reencontra família que não via há 30 anos

17/10/2017 às 11:55

Imprimir

Através de um trabalho da Secretaria de Assistência Social de Caçador, um pai vai reencontrar a família que não via há mais de 30 anos. João Celso Gabardo era, até a tarde desta segunda-feira, 16 de outubro, morador da Casa Lar dos Idosos, mantida pela Prefeitura, depois de ter sofrido três AVCs.

A partir de então, o idoso, de 65 anos, passará a morar em Lages, com as filhas, netos e bisneto.


João, que foi caminhoneiro durante boa parte da vida, acabou tendo sérios problemas por causa da bebida alcoólica. Atendido pelo CAPS, o idoso morou na Casa de Passagem por algum tempo, mas foi acolhido na Casa Lar por conta de problemas de saúde.


“Ele teve os AVCs e ficou acamado. Assim que tivemos uma vaga liberada na Casa Lar, trouxemos ele para cá”, destacou a assistente social Jussara Schneider João.


Jussara, que já conhecia o idoso há muitos anos, lembrou que ele também sempre teve receio de procurar a família. “Não sabemos os motivos, mas ele acabou deixando as filhas e esposa quando eram muito pequenas ainda e nunca mais teve notícias e nem as procurou. Sempre que pedíamos, ele desviava e dizia que não queria incomodar ninguém”, ressaltou.


A partir de um trabalho de pesquisa e, com poucos dados que tinha sobre as filhas de João, Jussara passou a pesquisar para tentar encontrar algum familiar. Através do cadastro nacional do SUS, uma possível filha foi localizada em Lages.


“Sabíamos da existência de um irmão dele em Curitibanos, mas na primeira vez que fiz contato, não nos deram retorno. Entretanto, quando ele teve um novo AVC, procurei a sobrinha dele, que então lançou um anúncio em uma rádio de Lages à procura das filhas. Dias depois, elas entraram em contato conosco”, revelou Jussara.


Aliás, foram as filhas que solicitaram que o pai fosse morar em Lages para que estivesse junto da família e o trabalho da Secretaria de Assistência Social teve continuidade para que isso fosse viabilizado.


João viajou em um carro da Saúde, acompanhado de Jussara. “Na casa onde ele vai morar, até a cama adaptada foi providenciada, através da Prefeitura de Lages. Nossa alegria é imensa em poder ver nos olhos do seu João a emoção de poder voltar para casa”, completou Jussara.


Quando soube que iria voltar para casa junto dos familiares, o idoso teve uma sensível melhora no quadro de saúde. Mas, como sofre com vários problemas, João teve uma nova recaída. “Talvez um pouco pela ansiedade em voltar para casa, mas a situação dele é bastante delicada”, revelou Jussara.


Com lágrimas nos olhos, mesmo com dificuldades na fala, João falou da alegria que sentia. “Estou muito feliz. Poderei voltar para minha família”, disse, afirmando que não irá esquecer as pessoas que lhe auxiliaram em Caçador. “Vou mandar notícias sempre”, garantiu.


De todas as lições com este caso, Jussara destacou a principal: “Para as pessoas que não têm contato com os seus pais, os procure. Perdoe se for preciso e dê valor a eles enquanto estão vivos”, finalizou. 

Espalhe essa notícia

Comentários

Comentários

Comentários com ofensas pessoais, de cunho político e palavras de baixo calão não serão publicados.

Nome:

Comentário:

 

Matéria retirada do Portal CDR - WWW.PORTALCDR.COM.BR

WWW.PORTALCDR.COM.BR | CONTATO@PORTALCDR.COM.BR